Gestão
Atenção para as vacinas

Atenção para as vacinas

Por Conexão Dentista- 04/11/2019

O exercício da Odontologia está associado ao risco maior de exposição a diversos microrganismos infecciosos, quando comparado ao risco da população comum ou até mesmo de outros profissionais de saúde. “A geração de aerossóis em diversos procedimentos clínicos e o risco de acidentes com perfurocortantes contribuem para isso. Portanto, é muito importante que tanto o profissional quanto a sua equipe estejam protegidos contra agentes infecciosos, para os quais há vacinas eficientes disponíveis”, explica a Dra. Renata de Oliveira Mattos Graner, professora na área de microbiologia e imunologia da Faculdade de Odontologia de Piracicaba – Unicamp.

Por meio da norma regulamentadora NR – 32, o Ministério do Trabalho estabelece medidas de proteção aos trabalhadores de saúde ou envolvidos em atividades de promoção e assistência à saúde geral. Esta norma indica que todos esses atuantes devem ser protegidos contra agentes infecciosos com vacina disponível, assim como contra outros agentes biológicos aos quais possam ser expostos, obedecendo às recomendações do Ministério da Saúde – Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Segundo a ANVISA, as vacinas fundamentais para o profissional da Odontologia são: hepatite B, influenza, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e dupla tipo adulto (contra difteria e tétano). A BCG (contra a tuberculose) também é indicada para os indivíduos com teste tuberculínico negativo. Quando a área de atuação do cirurgião-dentista é em região de risco, como no caso da febre amarela, também se recomenda a vacinação.

E a gripe?

 Os cuidados com a gripe, muitas vezes, são negligenciados pela população. Porém, as gripes sazonais e as epidemias de infecções pelos vírus influenza tipo A têm diversas consequências para a saúde pública, principalmente entre grupos de risco, como crianças, gestantes, idosos ou indivíduos com comprometimento transitório ou crônico do sistema imunológico. As infecções gripais predispõem as pessoas a outras infecções bacterianas e são responsáveis por números significativos de internações. São também responsáveis pela ausência de profissionais no trabalho. A vacinação contra gripe é, portanto, um dos recursos mais importantes para controlar as infecções gripais e deve ser aplicada não somente para proteger a saúde do cirurgião-dentista e de sua equipe, mas como uma forma de preservar a saúde e a rotina de atendimento de seus pacientes. A vacina contra a gripe está incluída entre as recomendadas pela ANVISA para os profissionais de Odontologia.